Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sábado, 1 de Janeiro de 2011

Acontecimentos no ano de 1514

  • Criação da Diocese do Funchal pela Bula Pro Excelenti e eleição de D. Diogo Pinheiro para seu Bispo
A primeira diocese criada nos domínios das nossas conquistas e descobertas foi a do Funchal.
O aumento continuo da população e a importância que notavelmente foi adquirindo o Funchal deram motivo a que D. Afonso V elevasse essa povoação á categoria de vila, pelo ano de 1451.
Era também indispensável regularizar a situação religiosa do arquipélago duma maneira mais satisfatória, pois pertencendo a Madeira á Ordem de Cristo, que tinha a sua sede em Tomar, era a ela que cabia superintender nos assuntos de jurisdição eclesiástica tendo para isso delegado no vigário de Nossa Senhora do Calhau a direcção de todas as questões religiosas nesta ilha.

Impunha-se pois a criação duma diocese autónoma, que tivesse á sua frente um prelado que pudesse exercer todos os actos do culto e superintender livremente em todos os negócios da disciplina eclesiástica.

Assim o compreendeu o rei D. Manuel, e solicitando a criação da diocese funchalense, foi esta estabelecida pelo papa Leão X, pela Bula Pro Execelenti de 12 de Junho de 1514 desligando o novo bispado da jurisdição do mestrado da Ordem de Cristo.

O primeiro bispo desta diocese foi D. Diogo Pinheiro, que exercia um elevado cargo na Ordem de Cristo, a que a Madeira pertencia no espiritual.

O fim principal da criação da diocese foi entregar a direcção pessoal e imediata das questões religiosas neste arquipélago a um prelado, que pudesse também exercer todos os actos do culto e da jurisdição canónica privativos da hierarquia eclesiástica a que pertencem os bispos.

Não sucedeu, porém, assim. Só cinquenta e dois anos depois da criação da diocese funchalense é que o quarto bispo dela, D. Jorge de Lemos, veio pessoalmente tomar posse do seu cargo, que desempenhou durante alguns anos.

Fonte: Diocese do Funchal

  • Elevação do lugar de Nordeste, ilha de São Miguel, à categoria de vila.
O Nordeste é uma vila e um município português na ilha de São Miguel, Região Autónoma dos Açores, com 101,51 km² de área e 5 254 habitantes (2004), subdividido em 9 freguesias. O município é limitado a sul pelo município da Povoação e a oeste pela Ribeira Grande e tem costa no oceano Atlântico a norte e leste.

No Nordeste existem muitos pontos turísticos como a Miradouro da Ponta do Sossego, Miradouro da Ponta da Madrugada, Serra da Tronqueira, Farol do Arnel, Parque Natural dos Caldeirões, entre outros miradouros que permitem avistar paisagens panorâmicas para o mar.

O Nordeste é muito conhecido pela sua vegetação e pelas lindas flores como as hortências ou as azaléias que enfeitam as estradas do concelho.

Aqui se localiza o Pico da Vara, ponto mais alto da ilha de São Miguel, com cerca de 1100 metros de altitude. O seu relevo é de carácter montanhoso, recortado por ribeiras que deslizam por entre a vegetação. Com uma extensão aproximada de 1982 hectares, incorpora uma grande quantidade de vegetação endémica e tipica da Macaronésia, assim como todo um conjunto de flora rara e de grande valor. O Priolo, ave endêmica da ilha, encontra aqui o seu habitat.

Sem comentários: